Regional
cacer
O Consórcio Intermunicipal de Saúde do Oeste de Mato Grosso (CISOMT), formado pelos municípios de Araputanga, Cáceres, Curvelândia, Figueirópolis D’Oeste, Glória D’Oeste, Indiavaí, Jauru, Lambari D’Oeste, Mirassol D’Oeste, Porto Esperidião, Reserva do Cabaçal, Rio Branco, Salto do Céu e São José dos Quatro Marcos assumirá o gerenciamento do Hospital Regional Doutor Antônio Fontes, em Cáceres.

A decisão ocorreu durante reunião dos prefeitos que integram o Consórcio, realizada nesta segunda-feira (08) em São José dos Quatro Marcos, com a presença do Deputado Estadual Dr. Leonardo Albuquerque (PSD) e do diretor do Escritório Regional de Saúde de Mato Grosso, Francisco Vego.

O Prefeito de Salto do Céu, que é presidente do Consórcio Complexo Nascentes do Pantanal enfatizou a importância de esclarecer a população, de que, o Consórcio assumirá o gerenciamento e não o hospital. "A nossa preocupação é quanto a repasse para pagar o funcionário que estará trabalhando", afirmou.

"O Consórcio vai trabalhar com um valor adiantado, pois assumirá o hospital com zero de dívida e automaticamente terá um valor em caixa para iniciar os seus trabalhos", disse o diretor do escritório regional de saúde de Mato Grosso, Francisco Vego.

O prefeito de São José dos Quatro Marcos, Presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde, Ronaldo Floreano dos Santos (PSDB) destacou a importância da decisão dos prefeitos em assumir o gerenciamento do Hospital a partir do dia primeiro de outubro. "Foi aprovado por unanimidade e o Consórcio passara a fazer o gerenciamento do Hospital Regional de Cáceres", disse ao agradecer a presença do deputado e do diretor do Escritório Regional de Saúde.

O deputado Dr. Leonardo destacou a importância do gerenciamento do Hospital pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde do Oeste ao enfatizar o comprometimento do Governo do Estado, com os repasses das verbas em dia. "O compromisso do Governo tem que ser o pagamento em dia, porque o Consórcio não será o gestor financeiro", afirmou ainda da importância de clausulas contratuais bem aplicadas para que o controle externo e interno funcione, para que a população seja servida melhor.
 
Assista a reportagem da TV Popular WEB