Polícia
policia

A Delegacia Especial de Fronteira (Defron) em operação conjunta com o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) deflagrou na segunda-feira (05) a operação “Parceiro”, onde foram cumpridos mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão domiciliar na cidade de Mirassol D’Oeste.

A ação contou com apoio da Diretoria de Inteligência da Polícia Judiciária Civil, Delegacia Regional de Cáceres e Delegacia de Mirassol.

Foram cumpridos 07 Mandados de Prisão Preventiva e 08 Mandados de Busca e Apreensão Domiciliar no município onde se concentrava a organização criminosa, cujo chefe era um reeducando da Cadeia Pública da cidade.

As investigações apontavam que de dentro da unidade prisional, Adriano Moraes da Silva, conhecido popularmente como “Grande”, comandava o esquema de tráfico de drogas, tendo como apoiadores a esposa e outros membros.

A esposa do suspeito era o braço direito das ações criminosas de seu companheiro e também foi presa na operação. Ela levava aos comparsas cartas escritas por ele de dentro da cadeia, apontando as “diretrizes” das atividades ilícitas a serem desenvolvidas.

Apreensão

Durante período de investigação foram apreendidos em junho de 2017 aproximadamente 64 quilos de pasta base de cocaína, 05 veículos, presos 03 adultos e uma adolescente apreendida. A droga teria como destino os Estados de Goiás, Bahia e Minas Gerais. Duas das apreensões ocorreram na cidade de Rondonópolis e outra em Uberlândia, Minas Gerais.

No cumprimento das buscas na segunda-feira (05) foram apreendidos na residência dos suspeitos caixas de cigarros, botijões de gás e óleo diesel armazenados. Também foi apreendido um revólver calibre 38 com 06 munições intactas.

Os presos foram encaminhados para Cadeia Pública local, onde responderão pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas, entre outros.

A delegada titular da Defron, Cinthia Gomes da Rocha Cupido, parabenizou a ação conjunta das forças de Segurança Pública. “Um ótimo trabalho desenvolvido pelos Núcleos de Inteligência da Defron e Gefron. A integração possibilitou juntar provas, identificar e prender os membros da organização criminosa, retirando das ruas pessoas nocivas ao convívio social”, destaca.

O nome da Operação faz referência ao fato de que o chefe da organização criminosa, atualmente preso na Cadeia Pública de Mirassol D´Oeste, utilizar-se constantemente da expressão “Parceiro” para se dirigir aos comparsas/colaboradores durante o período de monitoramento.


Polícia Civil cumpre prisão de autor de roubo de caminhonete em Jauru

O autor de um assalto a mão armada ocorrido no município de Jauru (425 km ao Oeste) teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Judiciária Civil, nesta segunda-feira (05.02). Wexlei Medeiros estava com a ordem prisão decretada apontado como um dos autores do roubo de um veículo, ocorrido, no dia 07 de novembro, na MT-388.

Na ocasião, dois homens em poder de uma arma de fogo subtraíram uma caminhonete Ford Ranger, além de dinheiro, aparelho HT e o celular da vítima. Durante as investigações, ficou comprovado a participação de Wexley e um comparsa no crime, sendo representado pelo mandado de prisão dos suspeitos em inquérito policial.

Com mandado de prisão decretado pela Justiça, a equipe da Núcleo de Investigação Operacional da Delegacia de Jauru realizou diligências e conseguiu dar cumprimento à ordem judicial contra o suspeito. O acusado foi conduzido à Delegacia para ser interrogado e em seguida ficará à disposição da Justiça.


Moradora de Araputanga é presa transportando droga em Van
 
Uma mulher de 26 anos foi presa por suspeita de tráfico de drogas, na madrugada desta terça-feira, 06, durante patrulhamento de rotina de policiais militares do Grupo Especial de Fronteira (GEFRON). A mulher com as iniciais G.J.S. seguia sentido Bolívia à BR-174 numa Van que foi parada pelos agentes.

Durante uma revista no veículo foi encontrada na bagagem da suspeita, dois tabletes de substância análoga a pasta base de cocaína. A droga apreendida pesou 1,965 quilos.

A suspeita moradora da cidade de Araputanga, recebeu voz de prisão e foi conduzida à Delegacia de Fronteiras (DEFRON), em Cáceres.

Foto: Reprodução