logo

AGRICULTURA FAMILIAR

Pequenos produtores representam 75% dos associados do Sicredi nas regiões Centro-Oeste e Norte

Para esse público, a instituição financeira cooperativa oferece soluções financeiras, consultoria, orientação e ferramentas para que os produtores produzam mais e melhor


Por Assessoria | Sicredi

img

Agricultura familiar. (Foto: Lenine Martins — GCom MT)

Com raízes na agricultura, no apoio e no fomento à atividade dos pequenos produtores, o Sicredi escreve sua história há 119 anos. De lá para cá, cresceu e envolveu outros segmentos como pessoas físicas, empresas e outros portes da atividade agropecuária, mas manteve a vocação e dedicação em ajudar os agricultores familiares a prosperarem. Prova desse empenho e do reconhecimento desse público é que nas regiões Centro-Oeste e Norte (que abrangem os estados de Mato Grosso, Pará, Rondônia, Acre e Amazonas), a agricultura familiar tem a maior participação no segmento agro do Sicredi.

 

De 73.603 associados agro na região, a agricultura familiar responde por 75%, com 55.181 associados. Outros 16% são formados por médios produtores e 9% de grandes produtores. Para os pequenos, o Sicredi atua com o propósito de desenvolver a atividade e o espírito empreendedor, além de demonstrar que as pequenas propriedades produzem e geram riquezas que alimentam todo o País.

 

Além crédito – quesito em que o Sicredi é destaque entre as instituições financeiras -, desenvolve iniciativas como o apoio na organização das cadeias sócioprodutivas (que inclui o produtor – serviços de ATER – mercado – consumidor) por meio de arranjos produtivos locais (APLs), fomento e incentivo à economia local, cooperação e crescimento, além de revitalização e reforma de feiras de produtos hortifrutigranjeiros, doces, artesanatos, e a inclusão/inserção de mulheres e jovens no processo produtivo.

 

“Valorizamos o relacionamento com objetivo de agregar e gerar renda propiciando uma melhoria na qualidade de vida para os nossos associados e comunidade local. Acreditamos na força dos pequenos produtores e no potencial que têm para produzir alimentos. Por isso disponibilizamos mais que soluções financeiras, oferecemos consultoria, orientação e ferramentas para que possam se organizar, produzir mais, vender melhor e aumentar a rentabilidade do negócio”, afirma o presidente da Central Sicredi Centro Norte, João Spenthof.

 

Entre as iniciativas do Sicredi para melhorar a produção e aumentar a renda dos agricultores familiares está o fortalecimento dos serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), cujo conceito traz a comunicação, orientação, assessoramento, educação, capacitação, prestação de serviços e acesso a tecnologias, gestão, administração e planejamento das atividades rurais.

 

“Porque a produção familiar enfrenta vários gargalos, sendo os principais deles a pouca ou falta de organização financeira da pequena propriedade, ausência de planejamento das atividades, ausência de documentos da propriedade, que são requisitos básicos para acessar linhas de crédito oficiais, regularização fundiária e ambiental, garantias, entre outros. E em tudo isso o Sicredi pode dar o suporte aos associados, preparando-os melhor para a atividade e para o mercado”, acrescenta o consultor de Negócios Agro da Central Sicredi Centro Norte, Osvaldo Biazi.

 

Crédito

O Sicredi foi a 2ª maior instituição financeira do Brasil em liberação de crédito rural, beneficiando pequenos, médios e grandes produtores, segundo ranking da Federação Brasileira dos Bancos (FEBRABAN) sobre Crédito Rural, referente a valores concedidos em 2020. O saldo da carteira de crédito para o setor alcançou R$ 31,5 bilhões, representando 9,04% do saldo total concedido por todas as instituições no período.

 

Quando o assunto é agricultura familiar, o desempenho positivo também é registrado nas regiões Centro-Oeste e Norte (MT, PA, RO, AC e AM). Balanço parcial aponta a liberação de R$ 354 milhões em crédito na safra 2020/2021, aumento de 23,8% em relação aos R$ 285,8 milhões registrados na safra anterior. Foram 4.171 operações nesta safra e um tíquete médio de R$ 84,8 mil.

 

Para os pequenos produtores, o crédito está disponível para custeio e investimento. Podem ser acessado, por exemplo, o Pronaf Mais Alimentos e recursos livres/próprios do Sicredi/Cooperar e Crescer e Fomento. No Pronaf Mais Alimentos, a taxa de juros varia de 2,75% a 4% ao ano e para as demais fontes, a taxa é de livre negociação entre o associado e a cooperativa. O prazo das operações pode chegar a 10 anos.

 

Entre os itens financiáveis estão insumos (sementes, defensivos e fertilizantes), matrizes e reprodutores, máquinas e equipamentos, tratores, construção de represas, recuperação e formação de pastagens, construção e reforça de cercas e currais, entre outros itens necessários para o processo produtivo da propriedade rural.

 

Consultoria

 

Além do crédito, os produtores da agricultura familiar têm um atendimento diferenciado, que prevê visitas à propriedade para identificar o potencial produtivo, sonhos, projetos de investimento, custeio, desejos e necessidades da família; encontros com pequenos grupos de educação e orientação financeira; bate papos de quais as principais fontes de receita da propriedade e onde este dinheiro está sendo utilizado. “Enfatizamos que a agricultura familiar é um negócio rentável e que é possível ganhar dinheiro com a exploração de forma sustentável e econômica. Em nossas agências há profissionais capacitados que orientam os produtores e identificam as melhores soluções”, completa Spenthof.

 

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 5 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 24 estados* e no Distrito Federal, com mais de 2.000 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br).

 

*Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Facebook | Instagram | Twitter | LinkedIn | YouTube

O Sicredi Centro Norte, que abrange os estados de Mato Grosso, Pará, Rondônia, Acre e Amazonas, tem mais de 600 mil associados, com 202 agências em 154 municípios.


ATUALIDADES

Você já parou para analisar como esta sua saúde mental e a importância dela na sua vida?

No dia 28 de julho a ginasta Simone Biles tomou a decisão de retirar-se da competição individual geral nas Olimpíadas de Tóquio.O peso de ser a ginasta número 1 da atualidade não está só nas medalhas apoiadas em seu pescoço, mas também no corpo e na mente de Simone Biles. “Eu senti que elas precisavam avançar sem mim e elas fizeram...


REGIÃO OESTE

Vice-presidente da Comissão de Saúde da AL-MT, Dr. Gimenez encerra mês de julho com várias ações

O vice-presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL-MT), deputado estadual Dr. Gimenez (PV), encerra o mês de julho com várias ações que beneficia os municípios da região Oeste, com a entrega de veículos micro-ônibus em Figueirópolis d´Oeste, Porto Esperidião e São José dos Quatro Marcos.Para o município Quatromarquense, Dr. Gimenez destinou emenda parlamentar no valor...


OPERAÇÃO FARO FINO

PF desarticula organização voltada para o tráfico de drogas e cumpre mandados de prisão em Araputanga

A Polícia Federal, com apoio do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios – MPDFT, deflagrou ontem, quarta-feira (28) a Operação Faro Fino, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa voltada para o tráfico de drogas. Foram cumpridos dois mandados de prisão e dois mandados de busca e apreensão nas cidades de Cáceres e Araputanga, em Mato Grosso. As investigações...

Ver mais

O que é Urgente, não pode esperar! Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba alertas de notícias.