logo

CUMPRIMENTO DE MANDADO

Vereador morre em confronto após atirar contra delegado em Rio Branco

Jeozafa Moraes de Castro teria atirado três vezes contra o delegado. Os policiais revidaram e ele morreu no local.


Por Redação Popular Online

img

Jeozafa Moraes de Castro morreu em confronto com a polícia. (Foto: Redes sociais)

O presidente da Câmara Municipal de Rio Branco (a 367 km de Cuiabá), vereador Jeozafa Moraes de Castro — Jozafa (PSDB), morreu em confronto com a Polícia Judiciária Civil (PJC) na manhã desta quinta-feira, 2 de março. O relato é que o parlamentar teria atirado três vezes contra o delegado da cidade que cumpria um mandado judicial contra ele.

• Entrar no grupo de WhatsApp

Conforme a PJC, a equipe realizava uma operação em quatro cidades da região para cumprir 40 mandados, sendo um deles contra o vereador.

 

Quando os policiais chegaram no local, Jeozafa teria reagido e deu dois tiros que pegaram no colete do delegado e um terceiro que pegou de raspão.

Leia tambémVereador Ulisses oficializa denúncia para “derrubar” aumento de salário de prefeito, vice e secretários

O delegado foi socorrido e encaminhado para Cuiabá de helicóptero. Os policiais revidaram os disparos e o vereador morreu no local.

 

Joezafa estava em seu segundo mandato como vereador no município. Em 2020, o parlamentar foi eleito com 160 votos.

 

Operação Rota Cercada

A operação visa o cumprimento de 40 mandados judiciais de prisão e de buscas contra integrantes de uma associação criminosa envolvida em diversos crimes.

 

As 12 ordens de prisão temporária e 28 de busca e apreensão são cumpridas em quatro cidades, Rio Branco, Lambari d’Oeste e Salto do Céu, que fazem parte da “rota das águas”, na região de fronteira e em Barra do Bugres.

 

A operação apura os crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, tortura, homicídio e outros delitos relacionados.

 

De acordo com o delegado Marcelo Menezes, entre os alvos da operação Rota Cercada está o vereador de Rio Branco e presidente da Câmara Municipal, investigado por integrar a associação criminosa envolvida com o tráfico de drogas na região. Conforme a investigação da Delegacia da Polícia Civil de Rio Branco, o parlamentar atuava no apoio logístico de armas de fogo para o grupo criminoso.

 

Clique AQUI, entre no grupo de WhatsApp do Popular Online e receba notícias em tempo real.

*Matéria atualizada às 08h35min


FRENTE FRIA

Temperaturas devem cair em MT a partir de amanhã; Araputanga poderá marcar 14°C na próxima terça-feira

O alerta do Inmet é de perigo potencial, bem como para risco à saúde, ainda que baixo.


INDIAVAÍ

Ex-vereador Donizete Afonso morre vítima de infarto em Indiavaí

O ex-parlamentar teve uma carreira política significativa no município, atuando como vereador por mais de oito anos.


CASO CARAPIA

Acusado de matar técnico em enfermagem em Araputanga é condenado a mais de 21 anos de prisão

Foi realizado na terça-feira (21) o julgamento de Zulmiro Ribeiro Lopes Junior, conhecido como “Zulmiro Negão”, que resultou na sua condenação a 21 anos e 10 meses de prisão por envolvimento na morte do técnico em enfermagem Joseilton Santos Carapia, 47 anos. Conforme informações, a sentença foi lida em plenário na conclusão do julgamento realizado no Fórum Desembargador João Luís da...

Ver mais

O que é Urgente, não pode esperar! Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba alertas de notícias.