logo

SEM CONEXÃO

Bolsonaro veta projeto que assegura internet grátis a alunos e professores da rede pública


Por G1

img

Bolsonaro veta projeto que assegura internet grátis. (Foto: Pablo Jacob — Agência O Globo )

O presidente Jair Bolsonaro vetou integralmente o projeto que buscava assegurar internet grátis a alunos e professores da educação na rede básica. O veto total foi publicado na edição desta sexta-feira (19) do "Diário Oficial da União" (DOU).


O Senado aprovou a matéria em fevereiro. A proposta já havia sido aprovada pela Câmara em dezembro de 2020.


O texto prevê que a União repassará R$ 3,5 bilhões aos estados e ao Distrito Federal para que os gestores locais adotem as medidas necessárias, incluindo a compra de planos de internet móvel e de tablets para professores e alunos.


Pelo texto, os recursos iriam beneficiar:

• alunos das redes públicas de estados e municípios cujas famílias estejam inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico); 
• estudantes matriculados nas escolas das comunidades indígenas e quilombolas; 
• professores da educação básica das redes públicas de ensino dos estados e municípios.


O texto também previa que os recursos deveriam ser usados para a contratação de internet móvel, a fim de permitir que alunos e professores acompanhem atividades pedagógicas não presenciais.


A prioridade era para alunos do ensino médio, do ensino fundamental, professores do ensino médio e professores do ensino fundamental, nessa ordem.


O presidente justificou que a "medida encontra óbice jurídico por não apresentar a estimativa do respectivo impacto orçamentário e financeiro, e aumenta a alta rigidez do orçamento, o que dificulta o cumprimento da meta fiscal e da Regra de Ouro".


FAZER MAIS POR VOCÊ

Prefeitura de Araputanga lançará neste sábado programa “Fazer mais por você”

O programa será iniciado na Comunidade das Botas.


REFORÇO NA SAÚDE

Deputado Dr. Gimenez destina R$ 4,8 milhões para municípios da região oeste

Mais de 60% das emendas parlamentares do deputado estadual Dr. Gimenez ajudarão a reforçar a saúde com a compra de ambulâncias, medicamentos, insumos e veículos


COBRANÇA

Produtor pede ao laticínio Vale do Guaporé de Comodoro pagamento de leite que está atrasado

A empresa de laticínio Vale do Guaporé, localizada no município de Comodoro (a 640 km de Cuiabá),  está provocando prejuízo financeiro a produtores de leite que comercializam sua produção de leite com a empresa.Recentemente a mesma assinou um termo de acordo e entregou um de seus caminhões para garantir o pagamento em atraso à 29 produtores de leite de Jauru...

Ver mais

O que é Urgente, não pode esperar! Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba alertas de notícias.