logo

DESUMANO

Trabalhador em situação de escravidão é resgatado pelo Ministério Público Federal em Cáceres

A vítima, de 55 anos, prestava serviços há quatro anos e nunca recebeu pagamento em dinheiro.


Por Redação Popular Online com G1/MT

img

MPT | MT

Os fiscais do Ministério Público Federal (MPF), resgatou um homem de 55 anos em condições análogas à escravidão, após quatro anos prestando serviços em um sítio usado para criação de gado, no município de Cáceres, (a 225 km de Cuiabá). O caso aconteceu na semana passada e foi divulgado nesta última quinta-feira (3). 

 

 

A vítima contou aos fiscais que durante o período prestando serviços nunca recebeu dinheiro, o mesmo era pago somente com “comida, sacolão, roupas velhas e moradia”, que era fornecido pelo dono da propriedade.

 

De acordo com a equipe de resgate, o homem foi encontrado morando em um local insalubre e estava em extrema condição de vulnerabilidade alimentar, já que o proprietário estava diminuindo a quantidade de alimentos nos últimos meses.

 

Ainda conforme a equipe, após o resgate, a vítima foi encaminhada à cidade para buscar moradia e adquirir o pagamento das verbas rescisórias, como, também, liberado o seguro-desemprego.

 

A coordenação da equipe apurou ainda que o empregador não apresentou nenhuma documentação solicitada e nem fez o pagamento ao trabalhador.

 

Ao final da ação, segundo o MP, será elaborado um relatório que será encaminhado ao Ministério Público do Trabalho e à Defensoria Pública da União para que sejam adotadas as medidas judiciais cabíveis, inclusive para a percepção das verbas trabalhistas, dano moral individual e coletivo.

 

O caso também será encaminhado ao Ministério Público Federal para investigação.

 

FALE COM O POPULAR ONLINE

Para falar com a redação do Popular Online, mande uma mensagem pelo WhatsApp. Curta o nosso Facebook e siga a gente no Instagram.


R$ 2 MILHÕES

Tribunal de Contas mantém suspensa licitação suspeita de direcionamento em Araputanga

Conforme o TCE-MT, o processo licitatório suspeito refere-se à aplicação de microrrevestimento asfáltico em ruas e avenidas, no montante de R$ 2 milhões.


MATO GROSSO

CDL oferta mais de 900 vagas para curso gratuito de capacitação em empreendedorismo

As inscrições podem ser realizadas por meio do site, onde, também, estão as informações sobre os municípios atendidos, junto com as datas de início de cada turma.


ACIDENTE FATAL

Jovem morador de Lambari D’Oeste morre vítima de atropelamento

Motociclista foi encontrado caído na MT-170, já sem vida.

Ver mais

O que é Urgente, não pode esperar! Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba alertas de notícias.