logo

QUEBRA DE DECORO

Câmara de Araputanga recebe denúncia e Comissão de Ética deverá investigar Cléo Camargo

A vereadora é acusada de propagar “fake news” que afeta a imagem institucional do Poder Legislativo.


Por Redação Popular Online

img

Vereadora Cléo Camargo — Solidariedade. (Foto: Reprodução)

Na tarde de ontem, 30 de outubro, a Câmara Municipal de Araputanga recebeu representação do vereador Ulisses Ferreira (PDT) em desfavor da vereadora Lindocréia dos Santos Camargo — Cléo Camargo (Solidariedade), por quebra de decoro parlamentar.

 

Conforme o Ofício n.º 01/2023, o vereador solicitou a instauração de processo disciplinar para apurar a prática de conduta atentatória cometida pela vereadora capaz de afetar a dignidade da investidura e da imagem institucional do Poder Legislativo, nos termos dos artigos 100 e 105, inciso III, do Regimento Interno da Câmara Municipal de Araputanga.

 

A denúncia aponta que Cléo Camargo utilizou canal de notícias e redes sociais de longo alcance para propagar informações falsas, constituindo-se em verdadeiras “fake news”, sendo espalhado pela vereadora que o projeto de lei para desafetação e doação de uma área pública para uma associação não poderia ser votado em virtude de pedido de vista.

 

“Não houve pedido de vista, uma vez que o projeto estava em tramitação entre as comissões permanentes e somente deveria ser votado após etapas das fases de análises das comissões”, observou o vereador Ulisses.

 

Ao divulgar, de forma consciente, informação distorcida capaz de inflamar o ânimo da população contra o regular processo legislativo, Cléo Camargo agiu de modo incompatível com a dignidade da Câmara.

 

A Resolução n.º 05, que estabelece o Regimento Interno da Câmara Municipal, define que o vereador ou vereadora que agir de “modo incompatível com a dignidade da Câmara ou faltar com o decoro na sua conduta pública”, bem como “descumprir os deveres decorrentes do mandato, ou praticar ato que afete a dignidade da investidura, estará sujeito a processo e a penalidades”.

Leia também: Vereadores aprovam alteração de lei e derruba aumento do salário do prefeito de Araputanga

A denúncia deverá seguir para a Comissão de Ética e Decoro Parlamentar, presidida pelo vereador Antônio Carlos Pereira da Cruz —Toninho Cabeleireiro (Republicanos), para apurar as condutas praticadas pela vereadora.

 

FALE COM O POPULAR ONLINE

Para falar com a redação do Popular Online, mande uma mensagem pelo WhatsApp. Curta o nosso Facebook e siga a gente no Instagram.


R$ 2 MILHÕES

Tribunal de Contas mantém suspensa licitação suspeita de direcionamento em Araputanga

Conforme o TCE-MT, o processo licitatório suspeito refere-se à aplicação de microrrevestimento asfáltico em ruas e avenidas, no montante de R$ 2 milhões.


MATO GROSSO

CDL oferta mais de 900 vagas para curso gratuito de capacitação em empreendedorismo

As inscrições podem ser realizadas por meio do site, onde, também, estão as informações sobre os municípios atendidos, junto com as datas de início de cada turma.


ACIDENTE FATAL

Jovem morador de Lambari D’Oeste morre vítima de atropelamento

Motociclista foi encontrado caído na MT-170, já sem vida.

Ver mais

O que é Urgente, não pode esperar! Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba alertas de notícias.