logo

"PREÇO DA ESCURIDÃO"

Famílias rurais consideram indevida cobrança de iluminação pública na zona rural de Araputanga


Por Redação Popular Online

img

Imagem ilustrativa. (Foto: Popular Online)

Moradores de comunidades rurais no município de Araputanga (a 345 km de Cuiabá) estão indignados com a cobrança de contribuição de iluminação pública. As famílias rurais consideram os valores cobrados indevidos e apontam inexistência na prestação do serviço.

 

“A Energisa está me cobrando na conta de luz a contribuição de iluminação pública, mas moro em zona rural e nem sequer tem postes para iluminação, à noite é uma escuridão total”, reclamou um morador ao informar que na sua conta de energia há cobrança de R$ 19,42, referente à contribuição de iluminação pública.

 

Indagados, a fornecedora de energia elétrica em Mato Grosso, Energisa, informou que os valores são repassados para o município. “A gente apenas arrecada o valor nas contas de energia dos clientes e realiza o repasse para as prefeituras”.

 

A Energisa declarou ainda que desde janeiro de 2015 a responsabilidade pela iluminação pública passou a ser do município, conforme determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

 

Procurado pela redação do Popular Online, o atual secretário de Administração da Prefeitura Municipal de Araputanga, Dalvan Nonato Alves, informou, através de ofício, que “para se buscar a isenção de cobrança de iluminação pública, o cidadão deverá preencher os requisitos da Classe Rural, previstos na Instrução Normativa n.º 1000/2021 da Aneel”, devendo ser comprovado à agência de atendimento da Energisa.

 

Conforme o secretário, a Aneel entende que pertencem à Classe Rural a Agropecuária Rural, Agropecuária Urbana, Residencial Rural, Cooperativa de Eletrificação Rural, Agroindustrial, Serviços Públicos de Irrigação Rural, Escola Agrotécnica e Aquicultura.

 

Leia também: Ulisses Ferreira propõe emenda e projeto deverá ser alterado para evitar direcionamentos na saúde

 

FALE COM O POPULAR ONLINE

Para falar com a redação do Popular Online, mande uma mensagem pelo WhatsApp. Curta o nosso Facebook e siga a gente no Instagram.


INDIAVAÍ

Ex-vereador Donizete Afonso morre vítima de infarto em Indiavaí

O ex-parlamentar teve uma carreira política significativa no município, atuando como vereador por mais de oito anos.


CASO CARAPIA

Acusado de matar técnico em enfermagem em Araputanga é condenado a mais de 21 anos de prisão

Foi realizado na terça-feira (21) o julgamento de Zulmiro Ribeiro Lopes Junior, conhecido como “Zulmiro Negão”, que resultou na sua condenação a 21 anos e 10 meses de prisão por envolvimento na morte do técnico em enfermagem Joseilton Santos Carapia, 47 anos. Conforme informações, a sentença foi lida em plenário na conclusão do julgamento realizado no Fórum Desembargador João Luís da...


QUATRO MARCOS

Preso suspeito de matar homem atraído por adolescente com promessa de sexo

O crime ocorreu em agosto do ano passado; o corpo da vítima foi encontrado carbonizado em uma estrada vicinal do município.

Ver mais

O que é Urgente, não pode esperar! Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba alertas de notícias.